A Mente Aprisionada

Czesław Miłosz – Prémio Nobel de Literatura

Escrita por Miłosz durante o seu exílio em Paris e publicada em 1953, A Mente Aprisionada é uma obra fundamental e um clássico no estudo do totalitarismo.

Através de pequenas narrativas biográficas de intelectuais polacos e sua relação com o regime comunista em vigor, Miłosz descreve o completo domínio social que este exerceu à época, ao subjugar o espírito e as ideias por meio da «transmissão orgânica» de um pensamento único. Milosz ilumina e resume essa Visão do Mundo e a obediência ao seu Método sedutor e persuasivo num conjunto de textos inovadores, à época polémicos, que anteciparam dissidências e denúncias do estalinismo.

O estilo narrativo único, incisivo e sardónico, erudito e eloquente, que conjuga reflexão filosófica e política com descrição biográfica quase ficcional, faz de A Mente Aprisionada uma obra única e incontornável da literatura ensaística, e um dos livros mais influentes e inspiradores alguma vez escritos sobre o tema.

«Deu-nos uma descrição da cultura totalitária como mais ninguém o fez.» — The Sunday Times

«Um livro assustador. Tem de ser lido.» — The Guardian

 

Ler um excerto aqui.

Género

Data de publicação

Edição

ISBN

N.º de páginas

Dimensões

PVP

20,99 € (IVA incluído)