• Autor Olga Tokarczuk
  • Ilustrador
  • Coleção Ficção Traduzida
  • ISBN 9789896232702
  • PVP 19,99 € (IVA incluído)
  • preço fixo até fim de agosto de 2020
  • 1ª Edição março de 2019
  • Edição atual 1.ª
  • Páginas 352
  • Apresentação capa mole
  • Dimensões 150x225x25,5 mm
  • Idade

Finalista do National Book Award 2018

Prémio Internacional Man Booker 2018

O coração de Chopin é secretamente levado de volta para Varsóvia pela sua irmã; uma mulher vê-se obrigada a regressar à Polónia para envenenar o seu primeiro amor, moribundo numa cama; um homem começa a enlouquecer quando a mulher e o filho desaparecem misteriosamente, apenas para, do mesmo modo, reaparecerem subitamente - através destas e outras histórias e personagens, brilhantemente relatadas ou simplesmente imaginadas, Viagens explora, ao longo dos séculos, o significado de se ser um viajante, um corpo em movimento, não apenas através do espaço, mas também do tempo.

De onde provimos? Para onde vamos ou regressamos?

Fascinante, intrigante e de uma originalidade rara, este livro é uma resposta sublime a todas estas questões, uma teia de reflexões que entretece ficção, memória e ciência. Uma exploração profunda sobre o corpo humano, a vida que surge, a morte e o movimento, levando-nos ao âmago do próprio significado de humanidade.

«Viagens tem ecos de W. G. Sebald, Milan Kundera, Danilo Kis e Dubravka Ugresic, mas Tokarczuk domina um registo, rebelde e habilidoso, muito seu.» - The Guardian

«A perspicácia da sua visão transforma o mundo, assim como o seu livro altera as formas convencionais de escrita.» - The New Yorker

Olga Tokarczuk nasceu em Sulechów, uma pequena cidade polaca, em 1962. Formada em Psicologia, publicou o seu primeiro livro em 1989, uma coletânea de poesia intitulada Miasta w lustraché, seguindo-se os romances E. E. e Prawiek i inne czasy, tendo sido este último um sucesso.

A partir daí, a sua prosa afastou-se da narrativa mais convencional, aproximando-se da prosa breve e do ensaio. Uma das melhores e mais apreciadas autoras de hoje, a obra de Olga Tokarczuk tem sido alvo de várias distinções, nacionais e internacionais. Recebeu por duas vezes o mais importante prémio literário do seu país, o prémio Nike; em 2018, foi finalista do prémio Fémina Estrangeiro e vencedora do Prémio Internacional Man Booker. Os seus livros estão traduzidos em trinta línguas.